AVALIAÇÃO E TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO NA ANQUILOSE TEMPOROMANDIBULAR UNILATERAL: UM ESTUDO DE CASO.

Marianne Breisemeister, Kelly Cristine Schmidt, Diana Guimarães de Oliveira, Lilian Gerdi Kittel Ries

Resumo


Introdução: A anquilose é caracterizada como uma fusão das superfícies articulares seja por tecido ósseo ou fibroso, com limitação progressiva dos movimentos mandibulares. Objetivos: Os objetivos deste estudo foram verificar as alterações na função muscular de um caso de pós-cirúrgico de anquilose temporomandibular unilateral esquerda e analisar as estratégias fisioterapêuticas utilizadas no tratamento desta disfunção. Materiais e Métodos: A eficiência dos procedimentos realizados durante a intervenção, assim como a progressão dos resultados foram registrados por meio de um paquímetro e pela avaliação eletromiográfica dos músculos temporal anterior e masseter bilateral. Resultados: Os resultados demonstraram maior simetria e maior equilíbrio antero-posterior da atividade desses músculos, além de um melhora de 10 mm nos movimentos mandibulares de abertura vertical e lateralidade direita e esquerda. Conclusão: A proposta do trabalho fisioterapêutico apresentada para o paciente pós-cirúrgico de anquilose temporomandibular mostrou-se eficiente. 


Palavras-chave


Anquilose, Transtornos da Articulação Temporomantibular, Fisioterapia, Eletromiografia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13037/rbcs.vol9n29.1261