CUIDADOS PALIATIVOS E LUTO EM ONCOLOGIA

Kleber Galante Souza, Rodrigo Sanches Peres

Resumo


Introdução: Em Oncologia, as modalidades terapêuticas curativas podem se mostrar pouco resolutivas em uma parcela significativa dos casos, evidenciando, assim, a necessidade de uma mudança no foco de atenção dos profissionais de saúde. Nesse contexto, cuidados paliativos e luto se destacam como temas de intervenção e pesquisa de grande relevância. Objetivos: O presente estudo tem como objetivo empreender uma revisão sistemática da literatura científica brasileira sobre cuidados paliativos e luto em Oncologia. Materiais e métodos: As referências necessárias para a realização do presente estudo foram obtidas junto às bases de dados SciELO-Brasil e PePSIC. Depois de selecionadas a partir do emprego de critérios de inclusão, tais referências foram avaliadas em função de um conjunto de dimensões de análise. Resultados: Os resultados obtidos revelam a predominância de pesquisas empíricas com abordagem qualitativa e delineamento transversal, sendo que parte delas coloca em relevo a proficuidade de teorias, técnicas, procedimentos e intervenções passíveis de utilização junto a pacientes, cuidadores e/ou profissionais de saúde e outra parte esclarece nuances de expectativas, vivências ou percepções associadas, de diferentes maneiras, ao adoecimento. Conclusões: Sugere-se que novas pesquisas sejam dedicadas aos assuntos em pauta, privilegiando a multidisciplinaridade tanto no que se refere à autoria quanto ao veículo de publicação e evitando reducionismos decorrentes de uma tendência à objetivação anteriormente predominante.


Palavras-chave


Cuidados paliativos; Atitude frente à morte; Doente terminal; Oncologia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13037/rbcs.vol10n31.1443