Como Avaliar a Atividade Física?

Cristina Borges Cafruni, Rita de Cássia Delgado Valadão, Elza Daniel de Mello

Resumo


Introdução: Estudos epidemiológicos demonstram que o nível de atividade física está relacionado com a redução de diversas enfermidades. Por esta razão, esforços têm sido realizados para promover atividade física na população através de recomendações mínimas capazes de provocar benefícios à saúde. A avaliação do nível de atividade física requer instrumentos precisos e adequados. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão dos métodos e instrumentos utilizados para medir e avaliar o nível de atividade física. Métodos: Foi realizada consulta nas bases de dados medline/pubmed, scielo.org, biomed central e sport discus, utilizando inicialmente os termos “physical activity assessment”, “physical activity measure”. Resultados: A partir desta busca, termos adjacentes e busca por autores foram realizadas. Medir a atividade física é uma tarefa complexa, visto que ela pode ocorrer em diversos contextos. Os métodos de medida da atividade física podem ser classificados em objetivos (água duplamente marcada, calorimetria, observação direta, monitores cardíacos e sensores de movimentos) e subjetivos (questionários e diários). Conclusão: A variedade de métodos utilizados para medir a atividade física resulta em um campo vasto de difícil equivalência e comparações. Atualmente, nenhum dos métodos pode ser considerado suficiente a ponto de descartar os demais, e por isso, a combinação de mais de um método pode resultar em uma melhor avaliação da atividade física.


Palavras-chave


atividade física; avaliação;métodos de medida

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/rbcs.vol10n33.1555

Indexadores: