ADESÃO À TERAPIA NUTRICIONAL POR PACIENTES DIABÉTICOS INTERNADOS EM UM HOSPITAL PÚBLICO DO MUNICÍPIO DE CURITIBA-PR

Nayana Cavassim do Nascimento, Marília Rizzon Zaparolli, Deise Regina Baptista, Stela Adami Vayego

Resumo


Objetivo: Verificar a adesão à terapia nutricional (TN) como forma de tratamento em pacientes diabéticos internados no Hospital de Clínicas-HC/UFPR e avaliar o estado nutricional (EN) dos indivíduos. Métodos: Estudo transversal realizado com pacientes internados nas Clínicas Médicas Masculina e Feminina do referido hospital com idade superior a 18 anos. Os dados foram coletados por meio de um questionário, o qual abordava as formas de tratamento utilizadas na comorbidade, destacando a TN. Os dados foram digitados no programa Microsoft Excel® e analisados com auxílio do programa Bioestat®. Para verificar a associação entre variáveis aplicou-se o teste G de Williams ao nível 5% de significância. Resultados: A amostra totalizou em 34 pacientes, a maioria do sexo feminino (55,88%), diabéticos tipo 2 (88,2%) e na maior parte com diagnóstico nutricional de obesidade  (41,18% em > de 60 anos) e sobrepeso (64,7% em < de 60 anos). Ao analisar as variáveis TN e EM, não houve associação estatística significativa (p>0,05) resultando em p=0,6250. Dentre os pacientes, 58,8% afirmou realizar TN, sendo que apenas 20% possuía prescrição dietética de nutricionista. Conclusão: A maior parte da amostra foi composta por pacientes com excesso de peso e que afirmaram realizar TN, porém observou-se baixa prevalência da prescrição dietética. Os resultados evidenciam a importância da inserção do profissional nutricionista no acompanhamento de pacientes diabéticos para garantir a melhora e manutenção do estado nutricional. Novos estudos que abordem o assunto devem ser realizados.


Palavras-chave


Nutrição

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13037/rbcs.vol12n41.2004