PERFIL PROFISSIONAL DO CIRURGIÃO-DENTISTA EM ATUAÇÃO NO SERVIÇO PÚBLICO: A VISÃO DE UM GRUPO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS.

ELISABETE RABALDO BOTTAN, ALEXSSANDRA DE JESUS VITORETTI, Mário URIARTE NETO

Resumo


Objetivo: Investigar como cirurgiões-dentistas, que atuam no serviço público, descrevem o perfil profissional de um dentista ideal e se o serviço público possibilita a efetivação deste perfil. Método: Estudo com abordagem qualitativa. A população-alvo constou de cirurgiões-dentistas de duas cidades situadas no litoral norte do estado de Santa Catarina. O conceito sobre dentista ideal foi obtido a partir do Teste de Associação Livre de Ideias (ALI). A organização e a interpretação dos dados foram efetuadas com base na técnica da análise de conteúdo, mediante quatro categorias de análise. Resultados: A maioria dos sujeitos investigados era do gênero masculino, com idade entre 31 e 39 anos e atuava na Atenção Básica. O tempo de atuação no serviço público variou de 4 meses a 26 anos. Foram consideradas para fins de análise 106 evocações. As categorias mais evidenciadas foram: ‘Formação profissional’ e ‘Habilidades sociais e interpessoais’, seguidas pelas categorias ‘Ética’ e ‘Habilidades para o Serviço Público’. Na indagação sobre se o serviço público possibilita a efetivação do perfil do CD ideal, a maioria afirmou que parcialmente, em decorrência da falta de adequadas condições de trabalho e da excessiva burocracia. Conclusão: A descrição de um CD ideal para o grupo investigado está vinculada a um atendimento humanizado aliado a uma qualificada formação profissional e aos aspectos éticos. A prática deste perfil, por vezes, fica inviabilizada em função das condições de trabalho e da burocracia do serviço público.


Palavras-chave


Condutas na prática dos dentistas; Relações dentista-paciente; Recursos humanos em odontologia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/rbcs.vol12n40.2204

Indexadores: