COMPETÊNCIAS E HABILIDADES DO PROFESSOR DE GINÁSTICA DE ACADEMIA NA PERSPECTIVA TAYLORISTA: O PROGRAMA BODY SYSTEMS SKILLS AND ABILITIES OF THE GYM TEACHER IN TAYLORIST PERSPECTIVE: THE BODY SYSTEMS PROGRAM

Paula Cestaro, Simone Capelato De Marchi, Carlos Alexandre Felício Brito

Resumo


Ao longo da história, a noção de competência sofreu alterações. Isso porque o contexto do capitalismo
exigiu um novo perfil do profissional para atender a essa realidade. Ao mesmo tempo em que as mudanças
do trabalho criam um novo mercado e originam um novo significado para o termo competência, permitem
também a criação de sistemas padronizados como o Body Systems, que elimina a liberdade de atuação do
professor quanto à sua autonomia e criatividade nas aulas, anulando a aplicabilidade dessa nova noção de
competência. O objetivo desse artigo é analisar a limitação das competências e habilidades dos professores
de ginástica, por intermédio da relação entre a organização racional do trabalho, baseada nos princípios
tayloristas, que traz o operário como executor de tarefas, com a estrutura do sistema de franquia Body
Systems. Por meio de uma analogia, é possível sustentar a ideia de que há uma limitação da liberdade de
inovação e criatividade nas aulas do professor do Body, uma vez que ele segue módulos prontos.

Palavras-chave


competência, criatividade e inovação, padronização.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13037/rbcs.vol7n21.301