AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL E DA PREVALÊNCIA DE ANEMIA FERROPRIVA EM CRIANÇAS DE UMA CRECHE DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO EVALUATION OF THE NUTRITIONAL STATE AND THE PREVALENCE OF IRON-DEFICIENCY ANEMIA IN CHILDREN IN A DAY CARE CENTER IN SÃO PAULO DISTRI

Beatriz Parada Prieto, Rita Maria Monteiro Goulart, Gislaine Aparecida Nogueira Mendes, Edimar Cristiano Pereira, Glaucia Figueiredo Braggion

Resumo


Objetivo: uma vez que a literatura tem mostrado elevado percentual de anemia ferropriva e desvios nutricionais
em crianças institucionalizadas, realizou-se o estudo com o objetivo de avaliar o estado nutricional e a presença de
anemia ferropriva em crianças atendidas em uma creche no Município de São Paulo. Métodos: foi realizado um
estudo transversal descritivo com 55 crianças pré-escolares de dois a cinco anos, de ambos os sexos. Foi aplicado um
questionário sobre condições socioeconômicas e realizada avaliação do estado nutricional por antropometria, sendo
medidos peso e altura, em que se utilizou o padrão de referência da WHO (2007). Para diagnóstico nutricional, foi
utilizado o escore-Z. A avaliação bioquímica foi realizada por meio do exame de punção venosa e consideradas
anêmicas crianças com hemoglobina < 11,0mg/dL. Foi realizado o teste Qui-Quadrado, e o nível de significância
adotado foi de p < 0,05. Resultados: em relação ao perfil socioeconômico das famílias, 43,0% das mães possuíam
até oito anos de estudo e 75,0% das famílias apresentavam rendimento de até dois salários mínimos. Foi elevada a
prevalência de crianças com baixo peso ao nascer (11,0%). A prevalência de desnutrição crônica foi encontrada em
apenas 2,0% das crianças e de desnutrição aguda, em 7,0%. A prevalência de anemia nos pré-escolares foi de 23,0%,
não estando associada ao estado nutricional. Conclusão: é necessário o estabelecimento de medidas preventivas
para o controle de distúrbios nutricionais, como anemia ferropriva e desnutrição, na comunidade pré-escolar.

Palavras-chave


pré-escolar, estado nutricional e anemia ferropriva.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/rbcs.vol6n18.339

Indexadores: