ESTUDO RETROSPECTIVO DAS REAÇÕES ADVERSAS E INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS NA QUIMIOTERAPIA NO TRATAMENTO DO CÂNCER DE MAMA: RELATO DE CASO RETROSPECTIVE STUDY OF ADVERSE REACTIONS AND DRUG INTERACTIONS IN THE CHEMOTHERAPY TREATMENT OF BREAST CANCER: CASE REPO

Alenice Cupertino, Marta Ângela Marcondes, Reynaldo M. Gatti

Resumo


O relato de caso aborda o tratamento quimioterápico feito em uma mulher de 47 anos de idade, com diagnóstico
de câncer invasivo lobular da mama direita. A paciente fez uso do sistema quimioterápico 5-fluoracil,
ciclofosfamida e epirrubicina, durante o período de agosto a dezembro de 2006. Tendo, como esperado, as
reações adversas pelo tratamento da quimioterapia, foram prescritos pelo médico outros medicamentos, como
omeprazol, dexametasona, loratadina, palonosetrona e succinato sódico de hidrocortisona. Na seqüência do
tratamento, a paciente passou por radioterapia com telecobalto e, nos acompanhamentos finais deste estudo,
em outubro de 2007, fazia uso de dois tratamentos complementares: a hormonoterapia com tamoxifeno e o
trastuzumab. Com o objetivo de verificar as reações adversas e as possíveis interações medicamentosas, foram
analisadas as bulas de cada medicamento, comparando-as com as reações adversas que a paciente apresentou e
as interações indicadas por cada um dos medicamentos utilizados. Relacionaram-se os exames laboratoriais que
o médico solicitou, durante o tratamento, com os resultados encontrados e os valores fora dos padrões de
referência, verificando onde cada medicamento poderia ter contribuído para os valores fora do padrão esperado.
Além disso, foi realizada a aplicação do algoritmo de Naranjo, que conduziu para a indicação de interação
medicamentosa entre fluorouracil, ciclofosfamida e epirrubicina.

Palavras-chave


quimioterapia, câncer de mama, interação medicamentosa, reações adversas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/rbcs.vol6n17.356

Indexadores: