A INTERIORIZAÇÃO DA EPIDEMIA DE HIV/AIDS: RESULTADOS DO MUNICÍPIO DE COSMÓPOLIS EM COMPARAÇÃO AO ESTADO DE SÃO PAULO THE INTERNALIZATION OF THE HIV / AIDS: RESULTS OF THE CITY OF COSMÓPOLIS COMPARED TO THE STATE OF SAO PAULO

Monica Dinardo Lima, Alexandre Luiz Affonso Fonseca, Luciana Zambelli Caputto, Fernando Luiz Affonso Fonseca

Resumo


Introdução: a epidemia de Aids se dispersou por municípios pequenos, caracterizando sua interiorização.
Este trabalho tem o objetivo de comparar dados epidemiológicos do Estado de São Paulo (ESP) e do Município
de Cosmópolis, nos anos de 2005 e 2006, e analisar dados do ano de 2007 desta cidade. Material e métodos:
o estudo foi realizado utilizando-se estatísticas oficiais do ESP e do Projeto Peri, desenvolvido em
Cosmópolis. Estes valores foram separados por sexo e faixa etária com intervalos de dez anos. Resultados:
no ESP, foram observados 7.539 casos, no ano de 2005, e 3.228 casos em 2006. Em Cosmópolis, em 2005,
foram observados 89 casos; em 2006, foram 185; e, em 2007, um total de 314. Discussão: no Estado, houve
uma queda de 42,8% dos casos entre os anos de 2005 e 2006. Já em Cosmópolis, houve um significativo
aumento de 48,1% neste mesmo período. Em 2007, a cidade apresentou um aumento de 58,9%. O número de
homens contaminados predomina sobre o número de mulheres em ambas as regiões. A faixa etária de contaminados
predominante em São Paulo é de pessoas de 21 a 50 anos, porém em Cosmópolis ocorreu uma ampla
variação no período em análise. Conclusão: enquanto no Estado o número de soropositivos está diminuindo,
em Cosmópolis está aumentando e atingindo faixas etárias cada vez maiores, evidenciando a interiorização da
epidemia, o que destaca a importância de projetos de prevenção.

Texto completo: PDF




Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .