TERAPIA NUTRICIONAL EM DISFAGIA: A IMPORTÂNCIA DO ACOMPANHAMENTO NUTRICIONAL DYSPHAGIA NUTRITION THERAPY: THE IMPORTANCE OF MONITORING NUTRITION

Mariana Mendonça Greghi Oliveira, Silmara Lucheti Teruel, Jaqueline Littieri Lima, Christiane Maria Bergamasco, Rita de Cássia de Aquino

Resumo


Essa revisão tem por objetivo descrever as características da terapia nutricional em pacientes que apresentam
disfagia. Foi realizada uma revisão da literatura existente sobre o tema em questão, mediante consultas
à base de dados de revistas científicas indexadas na área de saúde e também a livros didáticos. A disfagia é um
distúrbio de deglutição caracterizada pela dificuldade de deglutir os alimentos, e pode ser causada por alterações
neurológicas, funcionais e/ou estruturais. Pode ser classificada em sete níveis, de acordo com sua
severidade, sendo o nível 1 o mais grave, necessitando da terapia enteral, e o nível 7, a condição normal de
deglutição. A disfagia é uma condição de saúde que requer intervenção de uma equipe multidisciplinar, e o
trabalho do fonoaudiólogo e do nutricionista merece destaque. A terapia nutricional e exercícios de motricidade
oral são fundamentais para a reabilitação do paciente disfágico e para que ocorra a transição da dieta enteral
para a dieta oral. Cabe à equipe estimular a adesão ao tratamento e seus benefícios na recuperação da autoestima
e do bem-estar emocional e nutricional do paciente.

Palavras-chave


disfagia, equipe multidisciplinar e terapia nutricional.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/rbcs.vol6n16.382

Indexadores: