VOLTEIO TERAPÊUTICO: ATUAÇÃO NO EQUILÍBRIO DE INDIVÍDUOS COM ALTERAÇÕES NEUROLÓGICAS REMEDIAL VAULTING: PERFORMANCE IN SUBJECTS BALANCE WITH NEUROLOGICAL ALTERATIONS

P. M. Tacani, M. Marques

Resumo


Introdução: o volteio terapêutico se baseia na aplicação das características do volteio esportivo, enfatizando movimentação
sobre o cavalo, cuidados com o animal e comunicação em grupo, de acordo com os objetivos de
tratamento de cada paciente. Objetivos: verificar os efeitos do volteio terapêutico no equilíbrio de indivíduos com
alterações neurológicas. Método: série de casos, composta por seis indivíduos, na faixa etária de 30 a 40 anos, com
queixa principal de déficit de equilíbrio e marcha. Aplicou-se a escala de equilíbrio de Berg (Berg Balance Scale – BBS)
nos seis indivíduos, os quais foram distribuídos em grupo controle (GC n = 3) e grupo volteio terapêutico (GVT n
= 3), que foi submetido a 12 sessões, cujo tratamento foi adequado às necessidades de cada um, mas todos
participaram de preparo do cavalo, aquecimento em solo e barril, aproximação do animal, montaria, execução de
figuras, relaxamento final e cuidados com o cavalo. Ambos os grupos foram reavaliados entre 13 e 16 semanas após
a primeira avaliação e, durante esse período, permaneceram com suas demais terapias normalmente. Resultados:
o GC obteve 46,6 e 46 pontos na avaliação e na reavaliação, respectivamente, mostrando uma discreta diminuição,
enquanto que o GVT obteve 44,6 e 48,6 pontos, caracterizando aumento de pontuação pela escala de equilíbrio de
Berg, com p = 0.0572 mostrando uma tendência significativa. Conclusão: o volteio terapêutico favoreceu o aprimoramento
do equilíbrio em indivíduos com alterações neurológicas.

Palavras-chave


cavalos, modalidades de fisioterapia, técnicas de exercício e de movimento, terapia por exercícios, reabilitação, equoterapia, volteio.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/rbcs.vol5n14.386

Indexadores: