AVALIAÇÃO DO SALTO VERTICAL EM MULHERES SEDENTÁRIAS, APÓS O USO DA ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA NEUROMUSCULAR DE MÉDIA FREQÜÊNCIA EVALUATION OF THE VERTICAL JUMP IN SEDENTARY WOMEN AFTER THE USE OF THE NEUROMUSCULAR ELECTRICAL STIMULATION OF AVERAGE FREQUENCY

Karina Levy de Oliveira, Luciene Lopes dos Reis, Alexandre Sabbag da Silva, Liu Chiao Yi, Carlos Alberto dos Santos, Paulo César César Porto Deliberato

Resumo


A estimulação elétrica neuromuscular (EENM) vem sendo considerada um recurso fisioterápico freqüentemente
utilizado para proporcionar aumento de força e hipertrofia muscular. Este estudo teve como objetivo avaliar o
desempenho muscular de mulheres sedentárias no salto vertical, após o uso da EENM. A pesquisa envolveu
dez indivíduos do sexo feminino, sedentárias, não-obesas, sem doenças prévias no sistema músculo-esquelético
e com idade média de 22,1 anos, que foram divididas em dois grupos de cinco. O grupo A fez uso da EENM e
o grupo B não recebeu estimulação elétrica (grupo controle). Os parâmetros usados foram corrente portadora
de 2.500Hz, freqüência modulada de 70Hz, fase (ciclo) de 50%, tempo ON de 15s e tempo OFF de 10s por um
tempo total de 40min, sendo 20min em cada ventre muscular (quadríceps femoral e tríceps sural) em uma
intensidade (mA) confortável e suficiente para proporcionar contração muscular visível. O desempenho muscular
foi mensurado por meio da medida da altura do salto antes e após a aplicação das 18 sessões (três vezes
por semana, em dias não-consecutivos). Os resultados demonstraram que houve aumento significativo no
desempenho muscular do grupo A. Concluiu-se que o uso da EENM, mesmo de forma isolada, melhorou o
desempenho muscular no salto vertical em mulheres sedentárias.

Palavras-chave


Terapia por estimulação elétrica, desenvolvimento muscular.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/rbcs.vol5n11.412

Indexadores: