OSTEOPOROSE E EXERCÍCIO FÍSICO OSTEOPOROSIS AND PHYSICAL EXERCISES

Robson Sampaio Dias, José da Silva Leite, Vanessa Ielpo Venhoven

Resumo


Alguns estudos têm demonstrado que osteoporose é uma doença caracterizada pela redução da
massa óssea.Tanto o homem como a mulher tem risco de fraturas osteoporóticas. No entanto,
como a osteoporose é mais comum nas mulheres, mais pesquisas relacionadas ao exercício têm
sido dirigidas para reduzir o risco de fraturas osteoporóticas na mulher. Os fatores que influenciam
o risco de fraturas incluem fragilidade esquelética, freqüência e gravidade de quedas e massa
tecidual ao redor do esqueleto. A prevenção de fraturas osteoporóticas, portanto, é focalizada na
prevenção de quedas e a melhora da massa total de tecido magro. A sobrecarga funcional através
da atividade física exerce influência positiva sobre a massa óssea em humanos.Os resultados variam
de acordo com a idade, estado hormonal, nutrição, hereditariedade e prescrição de exercício. A
inatividade habitual resulta em uma espiral descendente em todas as funções fisiológicas. Quando
a mulher aumenta a idade, a redução da força, flexibilidade e aptidão cardiovascular provocam posterior
decréscimo na atividade. Eventualmente, pessoas idosas podem achar impossível continuar
o tipo de atividade que fornece estímulos adequados de sobrecarga para manter a massa óssea.
Felizmente, parece que a força e aptidão total podem ser melhoradas em qualquer idade, através de
um programa cuidadosamente planejado de exercício.

Palavras-chave


osteoporose, exercício físico, saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/rbcs.vol4n10.420

Indexadores: