APLICAÇÃO DA TEORIA DE DOROTHEA E.OREM NA SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE EM PERÍODO PRÉ-OPERATÓRIO DO TRANSPLANTE HEPÁTICO APPLICATION OF THE THEORY OF DOROTHEA E.OREM IN THE SYSTEMATIZATION OF THE ATTENDANCE OF NURSING TO THE PAT

Daniela Guimarães, Daniela Ribeiro Pinto, Ana Paula Zanellato

Resumo


Atualmente, o transplante hepático tornou-se a terapia
de escolha para as doenças do fígado em estágio terminal
e, frente ao número limitado de artigos nacionais escritos
na área de cuidados de enfermagem nesta cirurgia,
optamos por realizar um estudo enfocado no assunto.
Utilizamos como base a teoria de enfermagem de Orem,
que estimula o autocuidado do indivíduo, visando o
preenchimento das necessidades deste pela equipe de
enfermagem, pelo próprio paciente ou por ambos. O
estudo foi realizado com o objetivo de conscientizar a
equipe de enfermagem a propiciar um cuidar mais próximo
da humanização e individualização do paciente, estimulando
o indivíduo a ter uma percepção da importância
de sua participação nas intervenções. No processo, levantamos
diagnósticos de enfermagem segundo a North
American Nursing Diagnosis Association (Nanda), com
sugestões de características definidoras e fatores relacionados. Em seguida, elaboramos um plano de cuidados
com o objetivo, as metas e prescrições de enfermagem a
serem realizados, de acordo com cada diagnóstico levantado.
Propusemos uma Sistematização da Assistência de Enfermagem
ao paciente em período pré-operatório de transplante
hepático; o que não significa que deve ser seguido
rigorosamente, pois não se pode esquecer que o cuidado
de enfermagem é individualizado. Porém, se os cuidados
de enfermagem levantados neste estudo forem utilizados
em algum serviço pré-transplante hepático, sugerimos que
o seja em forma de check-list, contudo com a presença
de um espaço para o levantamento de outros diagnósticos
e um plano de cuidados individualizado para cada indivíduo.

Palavras-chave


orem, transplante hepático, préoperatório.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13037/rbcs.vol2n3.476