O CUIDADO NAS PRÁTICAS DOS PROFISSIONAIS EM CIRURGIA BARIÁTRICA

Laryssa Rodrigues de Oliveira, Sônia Ayako Tao Maruyama, Eliziani Gonçalves da Silva, Aldenan Lima Ribeiro Corrêa da Costa

Resumo


Este artigo descreve o cuidado nas práticas dos profissionais de saúde em cirurgia bariátrica. Fez-se um estudo de abordagem qualitativa, realizada a partir de um banco de dados de entrevistas com profissionais de saúde. A partir da análise temática evidenciaram-se duas categorias: o valor do corpo obeso e da alimentação; e a busca da relação compartilhada entre profissional, usuário e instituição. Na primeira, os valores de corpo obeso e alimentação não saudável foram ressaltados; na segunda, os profissionais reconheceram que é preciso corresponsabilizar o usuário, utilizar de diferentes modos de atuar para significar a cirurgia e as suas repercussões e que o modo integrado em equipe colabora para a ação cuidativa. Concluímos que, embora a cultura biomédica prevaleça e, desse modo, os cuidados biomédicos sejam os mais considerados, observou-se também a consideração de alguns aspectos socioculturais na realização do cuidado das pessoas no contexto da cirurgia bariátrica, assim incorporando o cuidado em suas práticas.

Referências


World Health Organization. Obesity and overweight. [Internet]. Geneva: World Health Organization; WHO; 2017 [atualizado em 2014 ago; citado em 2014 set 21]. Disponível em: https://goo.gl/E0wM1

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº 425, de 19 de março de 2013. Estabelece regulamento técnico, normas e critérios para a Assistência de Alta Complexidade ao Indivíduo com Obesidade. Diário Oficial da União. Brasília, DF; 15 abr 2013. Seção 1. p. 59-64.

Brasil. Aumenta número de cirurgias bariátricas realizadas pelo SUS [Internet]. Brasília, DF: Ministério da Saúde; [atualizado em 2014 jul; citado em 2014 set 21]. Disponível em: https://goo.gl/RxT7Ho

Silva EG. Práticas profissionais em cirurgia para redução de peso [dissertação de mestrado]. Cuiabá: Universidade Federal do Mato Grosso, 2014. 88 p.

Guedes CR, Nogueira MI, Camargo Junior KR. A subjetividade como anomalia: contribuições epistemológicas para a crítica do modelo biomédico. Ciênc saúde colet. 2006;11(4):1093-103.

Ribeiro DKMN, Maziero ECS, Silveira JTP, Betiolli SE, Mercês NNA. A identidade do cuidado de enfermagem na primeira década do século XXI. Cogitare enferm. 2013;18(3):565-72.

Ayres JRCM. Cuidado e reconstrução das práticas de Saúde. Interface (Botucatu). 2004;8(14):73-92.

Matos E, Pires DEP, Sousa GW. Relações de trabalho em equipes interdisciplinares: contribuições para a constituição de novas formas de organização do trabalho em saúde. Rev bras enferm. 2009;62(6):863-9.

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 13ª ed. São Paulo: Hucitec; 2013.

Brasil. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 466 de 12 de dezembro de 2012. Aprova as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Diário Oficial da União. Brasília, DF; 13 jun 2013. Seção 1. p. 59.

Separavich MA, Canesqui AM. Girando a lente socioantropológica sobre o corpo: uma breve reflexão. Saúde Soc. 2010;19(2):249-59.

Ayres JRCM. O cuidado, os modos de ser (do) humano e as práticas de saúde. Saúde Soc. 2004;13(3):16-29.

Marcelino LF, Patrício ZM. A complexidade da obesidade e o processo de viver após a cirurgia bariátrica: uma questão de saúde coletiva. Ciênc saúde coletiva. 2011;16(12):4767-76.

Ayres JRCM. Sujeito, intersubjetividade e práticas de saúde. Ciênc saúde coletiva. 2001;6(1):63-72.

Carvalho MCVS, Luz MT. Simbolismo sobre “natural” na alimentação. Ciênc saúde coletiva. 2011;16(1):147-54.

Vendruscolo MF, Malina A, Azevedo ACB. A concepção de obesidade e padrão corporal por mediações ideológicas da mídia. Pensar prat. 2014;17(2):503-16.

Oliveira MAC. (Re)significando os projetos cuidativos da Enfermagem à luz das necessidades em saúde da população. Rev bras enferm. 2012;65(3):401-5.

Lago DBR, Maruyama SAT. Significados do cuidado no contexto da deficiência física. Cienc cuid saúde. 2014;13(2):372-80.


Texto completo: PDF




Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .