AVALIAÇÃO DA SOBRECARGA DOS CUIDADORES INFORMAIS ATRAVÉS DA ESCALA BURDEN INTERVIEW ATENDIDOS DURANTE O ESTÁGIO DE FISIOTERAPIA EM SAÚDE COLETIVA

Adriano Rodrigues Oliveira, Giuliano Roberto Gongalvez, Maria de Castro Monteiro Loffredo, Leandro Henrique Grecco

Resumo


O objetivo do estudo foi identificar a sobrecarga imposta ao cuidador informal através da escala de Burden Interview, de pacientes atendidos durante o estágio de fisioterapia em saúde coletiva. Foram selecionados 15 cuidadores de pacientes com dependência total ou dependência modificada, de acordo com a escala de MIF, os quais responderam ao questionário Burden Interview. Analisando os resultados, observa-se uma sobrecarga imposta a esses cuidadores em todos os domínios da escala (tensão geral, isolamento, decepção, envolvimento emocional e ambiente), bem como no score total 47,27 (±14,94). Desta forma, concluímos que o cuidador sofre uma sobrecarga física e emocional, apontando que apesar de contribuirmos para uma melhor qualidade de vida do internado, pode-se criar uma situação desfavorável ao cuidador. Por esse motivo, acreditamos que nosso estudo pode ser uma ferramenta válida para corroborar com a importância do atendimento multidisciplinar e programas de saúde específicos ao cuidador informal e não apenas ao ser cuidado.

Palavras-chave


Cuidadores, Fisioterapia, Enfermagem

Texto completo:

PDF

Referências


IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Políticas do Idoso. (Estudos &Pesquisas – Informações demográfica e socioeconômica.) Disponível em: http://www.ibge.gov.br. Acessado em: 03 de Agosto de 2012.

Silva MG, Boemer MR. Vivendo o Envelhecer: Uma perspectiva fenomenológica. Rev. Latino-am Enfernagem17(3), maio/junho 2009.

Maia FOM, Duarte YAO, Ledrão ML. Análise dos óbitos em idosos no Estudo SABE. Rev Esc Enferm USP. 2006; 40(4): 540-7.

Sampaio LFR, Boaretto MC. Envelhecimento e saúde da pessoa idosa. Ministério da Saúde, Secretária de atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. 2006; 1º ed., Brasília.

Karsch U. Idosos dependentes: famílias e cuidadores. Cad Saúde Pública. 2003; 19(3):861-866

Martins T, Ribeiro JP, Garrett C. Estudo de validação dos Questionário de avaliação da sobrecarga para cuidadores informais. Psicologia, Saúde e Doenças. 2003; 4(1):131-148.

Mazo GZ, Cardoso FL, Aguiar DL. Programa de hidroginástica para idosos: motivação, auto-estima e auto-imagem. Rev. Bras. De Cineantropometria & desempenho humano. 2006; 8(6): 67-72.

Laham CF. Percepção de perdas e ganhos subjetivos entre cuidadores de pacientes atendidos em um programa de assistência domiciliar [dissertação]. São Paulo (SP): Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo; 2003.

Marques A, Landim FLP, Collares PM,. Apoio social na experiência do familiar cuidador. Ciência e Saúde. Scielo Public Health, 2011; 16, 945-955, .

Barroso SM, Bandeira M. Sobrecarga de familiares de pacientes psiquiátricos atendidos na rede pública. Revista Psiquiatra Clin. Scielo Brasil, 2007; 34(6); 270-7, 2007..

Garrido R. Impacto em cuidadores de idosos com demência atendidos em um serviço psicogeriátrico. Revista Saúde Pública. Scielo Brasil, 2004; 38 (6); 835-4.

Scazufca M. Versão brasileira da escala Burden Interview para avaliação de sobrecarga de cudadores de pessoas com doenças mentais. Revista brasileira de Psiquiatria. 2002; 24 (1): 12-17.

Riberto M, Miyazaki MH, Filho J, Sakamoto DH, Battistella LR. Reprodutibilidade da versão brasileira da medida da independência funcional. Acta Fisiátrica. 2001; 8(1): 45-52.

Riberto M, Miyazaki MH, Jucá SSH, Sakamoto H, Pinto PPN, Battistella LR. Validação da versão brasileira da medida de independência Funcional. Actab Fisiátrica. 2004; 11(2): 72-6.

TM. Silveira, CP, Caldas. Cuidando de idosos altamente dependentes na comunidade um estudo sobre cuidadores familiares principais. Cadernos de Saúde, Scielo Public Health. 2006; 22(8); 1629-1638

APS Caldeira, R Ribeiro. O enfrentamento do cuidador do idoso com Alzheimer. Arq. Ciência Saúde. 2004;11(2); 100-4

MPF Fonseca, R Fonseca Rocha. Desvelando o cotidiano dos cuidadores informais de idosos - Revista Brasileira. 2008; 61(6); 801.

CA Montezuma, MC Freitas. A família e o cuidado ao idoso dependente: estudo de caso - Revista eletrônica de enfermagem. 2009; 10(2)

MJSB Pereira, MST Filgueiras - A dependência no processo de envelhecimento: uma revisão sobre cuidadores informais de idosos. Revista de APS. 2008;12(1).

MF Pinto, DA Barbosa, CEL Ferreti, LF Souza. Qualidade de vida de cuidadores de idosos com doença de Alzheimer. Acta Paul. Scielo Brasil. 2009; 22 (5); 652-7.

Bocchi, Silvia Cristina Mangini – Vivenciando a sobrecarga ao vir-a-ser um cuidador familiar de pessoas com acidente vascular cerebral (AVC): análise do conhecimento. Revista Latino-America de Enfermagem. 2004 12(1):115 – 21.

Cattani RB, Girardon-Perlini NMO. Cuidar do idoso doente no domicilio na voz de cuidadores familiares. Revista Eletrônica de Enfermagem.2004; 06 (02): 254-271.

UM Karsch. Idosos dependentes: familiares e cuidadores dependent sêniors: families and caregivers.Cad. Saúde Pública. 2003;19(3),861




DOI: https://doi.org/10.13037/ras.vol16n58.5550

Indexadores: