Narrativas identitárias, autorismo e a canção popular no cinema: Clara e a música em Aquarius

Rodrigo Carreiro, Breno Alvarenga

Resumo


A partir de uma reflexão sobre a relação entre a música e os processos de construção de narrativas identitárias, este artigo procura investigar de que modo as canções populares podem ser capazes também de ajudar a construir narrativas identitárias ficcionais, em especial nos meios audiovisuais. Analisando o uso de canções para a construção da personagem Clara, no filme Aquarius (2016), procuraremos mostrar como a escuta dessas canções evidencia traços de sua personalidade, além de delinear também uma marca de autoria cinematográfica.


Palavras-chave


Narrativa identitária; canção popular; trilha sonora

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/ci.vol20n44.6069

Indexadores de que a C&I faz parte:

 

 

Latindex

Latindex

 

ISSN 2178-0145