Atividades de inovação tecnológica e cooperação: Um estudo de caso com empresas participantes do “petrópolis-tecnópolis”

Alessandro Pereira Alves, Ana Carolina Pimentel Duarte da Fonseca, Rodrigo Santana de Almeida, Rosângela Mesquita Ayres

Resumo


O objetivo deste estudo é apresentar as principais características de um polo tecnológico, analisar a prática de
atividades de inovação e o esforço em P&D, bem como a existência de relação de cooperação entre as empresas participantes do polo. Para tanto, procedeu-se a uma pesquisa descritiva realizada através de um estudo de caso com aplicação de questionários semiestruturado, utilizando-se, para o tratamento dos dados, da abordagem qualitativa. Os resultados demonstraram que o ambiente é favorável ao desenvolvimento tecnológico, mas carece de articulações de parcerias. Constatou-se também que o baixo investimento e as atividades de inovação tecnológica atualmente desenvolvidas revelam a pouca vontade para inovar. Nesse
sentido, concluiu-se que a cooperação entre os atores sociais do polo pesquisado é incipiente e que talvez seja
necessária uma mudança no enfoque da política de indução por redução da carga fiscal por outras que gerem maior necessidade de associação no interior do polo.


Palavras-chave: polo tecnológico, atividades de inovação, cooperação.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol27n79.1003

 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

 

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora