Do TOC para manufatura enxuta: um estudo de caso de mudança de gestão da produção

Ricardo Aurélio Quinhões Pinto, Alvair Silveira Torres Júnior, Ubiratã Tortato

Resumo


Esta pesquisa se deu em uma empresa que trocou a forma de gestão da produção de Teoria das Restrições (TOC) para manufatura enxuta – Sistema Toyota de Produção (STP) – como base para firmar sua vantagem competitiva. A empresa em análise, uma das líderes do segmento de metais sanitários, tem o baixo lead time de entrega dos seus produtos como objetivo estratégico de produção. Porém, para manter esse objetivo, enquanto usava a TOC, a empresa precisava se valer de altos volumes de estoques como forma de prevenir-se das incertezas do mercado e do processo. Com intuito de firmar sua vantagem competitiva e reduzir custos produtivos, a empresa decidiu-se por implantar o sistema de manufatura enxuta. Com a conclusão da pesquisa, constatou-se que fatores relacionados à “cesta” de elementos da manufatura enxuta estavam fortemente relacionados à robustidão da sua vantagem competitiva. Esta pesquisa é exploratória descritiva, formatada nos moldes de estudo de caso único.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol32n94.2312

 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora