FATORES CONDICIONANTES DA FORMAÇÃO DE UMA REDE HORIZONTAL ENTRE FRANQUEADAS

Luiz Henrique Figueira Marquezan, Marcos Antonio de Souza

Resumo


O objetivo do artigo é identificar os fatores condicionantes da formação de uma rede horizontal entre franqueadas para atividades de compras. Trata-se de um estudo de caso único, desenvolvido com abordagens descritiva e qualitativa, realizado no segundo semestre de 2013. Foram pesquisados documentos de 2011 a 2013, observadas rotinas da operacionalização e entrevistados três integrantes da rede. Os principais resultados indicam que ambiente de franquias contribuiu para aproximação dos participantes da rede, pelo conhecimento prévio e atuação conjunta, reduzindo incertezas e promovendo maior confiança. No entanto, eleva os riscos pelo aumento da confiança, tais como a não previsão do tratamento de litígios entre os participantes e os fornecedores e desistências de integrantes. Também limita a expansão da rede para categorias de compras e entrada de novos parceiros. O ambiente é restrito entre as empresas da franquia e os materiais primários são regulados pela franqueadora, impedindo ganhos com esses fatores.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol31n91.2597

 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora