As Gerações em Distintos Contextos Organizacionais

Rodrigo Cunha da Silva, Joel Souza Dutra, Elza Fátima Rosa Veloso, Leonardo Nelmi Trevisan

Resumo


O objetivo deste estudo consiste em analisar a gestão de pessoas de organizações que atuam no Brasil, no que se refere a questões geracionais. Foi realizado um estudo multicascos, em duas organizações: Dow S.A. e Promon S.A. Apesar de a Dow ter sido caracterizada como um sistema mecânico e a Promon como orgânico, em ambas foram observadas as características de um forte contexto de gestão de pessoas. Entre os resultados, ressalta-se o fato de que as constatações de diferenças geracionais baseadas em idade não implicam adaptações da gestão de pessoas. Constatou-se que a gestão de pessoas de organização com fortes contextos normativos possuem desafios de gerir coortes e papeis dos seus profissionais. De forma geral, nota-se que, apesar da preocupação latente das empresas com a gestão das gerações, a gestão de pessoas de empresas bem estruturadas não apresenta indícios de adaptação consciente de suas práticas às diferenças geracionais.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol30n89.2798

 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora