PARQUE TECNOLÓGICO SUDOESTE PAULISTA: FATOR MOTRIZ DO PROCESSO PROSPECTIVO PARA O DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL

Antônio Luís Aulicino, Liége Mariel Petroni

Resumo


Considerando que os parques tecnológicos devem ser implantados para atender às necessidades das regiões, da sociedade e dos países, este trabalho objetiva apresentar o planejamento estratégico do Parque Tecnológico Sudoeste Paulista (PTSP), sua estrutura organizacional e projeto político-pedagógico, e as dificuldades da implantação na região mais pobre do estado de São Paulo. O parque é resultante do processo prospectivo, com apropriação da sociedade, elaborado no município de Ribeirão Branco (região sudoeste do estado de São Paulo), e a metodologia utilizada é de abordagem exploratória e de pesquisa-ação. Os resultados apontam que a apropriação pela sociedade e sua participação no processo prospectivo para o desenvolvimento da região são essenciais ao progresso do PTSP, que, por sua vez, impactará positivamente a sociedade, gerando maior oportunidade de negócios e emprego e reduzindo a emigração de jovens de Ribeirão Branco.

Palavras-chave: Parque tecnológico; processo prospectivo; planejamento estratégico; desenvolvimento territorial; desenvolvimento sustentável.

 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13037/gr.vol34n100.2878

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc IBICT SUMARIOS.org LatindexProquest