Cidades médias do Nordeste: breves considerações acerca dos dinamismos e desafios no pós-1990

William Eufrásio Nunes Pereira, Ana Cristina Santos Morais, Aline Alves Oliveira

Resumo


A abertura comercial e financeira, na primeira metade da década de 1990, visavam estabilizar a economia nacional. Dentro desse contexto, a reestruturação produtiva promoveu uma nova reconfiguração locacional da indústria nacional. O Nordeste foi uma das regiões que se beneficiaram com essa desconcentração industrial do período de 1970 a 1985. O foco desta pesquisa é apresentar, baseada em uma análise descritiva, o dinamismo do emprego formal nas cidades médias do Nordeste, verificando suas mudanças quantitativas de emprego. Para alcançar tal objetivo, utilizou-se os dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), bem como os censos demográficos de 1991, 2000 e 2010. Conclusivamente, esta pesquisa mostrou que o Nordeste se beneficiou com a reestruturação produtiva e desconcentração industrial da região Sudeste, bem como das políticas fiscal-financeiras promovidas pelos governos estaduais e municipais, possibilitando a instalação de novos estabelecimentos nas cidades médias nordestinas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol33n97.2896

 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora