O processo de transição de empreendimentos rurais tradicionais para as agroindústrias associativas no estado de Pernambuco: desafios para construir competências empreendedoras

Claudio Jorge Gomes da Rocha Junior, Romilson Marques Cabral

Resumo


O presente trabalho identifica dificuldades e potencialidades dos agricultores estudados para se construir os atributos denominados “competências empreendedoras”. A pesquisa é baseada no empreendedorismo rural com destaque para competências empreendedoras. Neste estudo qualitativo com análise de conteúdo, busca-se: identificar as principais dificuldades e potencialidades para que os agricultores assimilem as novas competências empreendedoras necessárias na viabilização das agroindústrias e examinar a compatibilidade das ações adotadas pelas empresas de apoio à agricultura familiar com a realidade dos agricultores que ingressaram no empreendedorismo por meio da agroindustrialização da produção. Foram entrevistados nove agricultores líderes de três agroindústrias associativas das regiões Agreste e Sertão de Pernambuco e doze técnicos de nove instituições de apoio à agricultura familiar. Nas fábricas que apresentaram resultados negativos, seus gestores apresentaram grandes deficiências de competências empreendedoras. Por fim, estão contidas sugestões para os agricultores empreendedores superarem adversidades, bem como para auxiliar técnicos de campo (extensionistas ou não) a transporem suas deficiências.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol32n94.3156

 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora