Análise da decomposição estrutural da cadeia produtiva via matriz insumoproduto do município de Toledo (PR), Brasil, 2009

Cleverson Neves, Umberto Antonio Sesso Filho, Márcia Regina Gabardo da Camara, Paulo Rogério Alves Brene, Emerson Guzzi Zuan Esteves

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar a estrutura produtiva do município de Toledo para o ano de 2009, bem como os efeitos intersetoriais diretos e indiretos em produção, emprego e rendimentos, calculados a partir da matriz insumo-produto (MIP) municipal. Para tal, aplicouse o método proposto por Guilhoto e Sesso Filho, que estimou a MIP do Brasil para 2009. A partir da metodologia do quociente locacional (QL) proposta por Miller e Blair e do método proposto por Brene et al., estima-se a MIP municipal, utilizando os dados coletados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do Ministério do Trabalho e Emprego. Na pesquisa foi identificado que o setor de indústria química e farmacêutica é o motriz da economia toledana, contendo o maior poder de encadeamento entre os setores da cadeia produtiva local. A identificação dos setoreschave é o primeiro passo para formulações estratégicas de políticas setoriais que fomentam de fato o crescimento econômico local.

 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol32n96.3296

 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora