Efeito moderador da inovação verde sobre gestão da cadeia de suprimentos e desempenho

Roberto Giro Moori, Fabio Ytoshi Shibao, Herbert Kimura

Resumo


O objetivo deste artigo foi investigar o efeito moderador da inovação verde na relação entre gestão da cadeia de suprimentos e o desempenho em empresas do ramo químico brasileiro. Inicialmente, foram realizadas entrevistas em profundidade com oito gestores da cadeia para conhecer a inovação verde nas empresas e desenvolver um questionário para coleta de dados. Os questionários, após pré-testes com sete especialistas em gestão da cadeia de suprimentos, foram enviados às empresas do setor químico e resultaram em 316 respostas utilizáveis. Os dados coletados, tratados pela regressão linear hierárquica, revelaram que a inovação verde proativa modera a relação entre a gestão da cadeia de suprimentos e desempenho. Esse resultado evidenciou que as empresas do ramo químico têm despertado para a gestão da cadeia de suprimentos verde com atitudes que vão além daquelas regulamentares, por meio da integração de ações verdes para a melhoria do desempenho ambiental.

 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol32n96.3511

 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora