AÇÕES DE CONTROLE SOCIAL EMPREENDIDAS NO CENTRO POLARIZADOR REGIONAL DE MARINGÁ-PR. 2002 E 2003

Nestor Alexandre Perehouskei, Ana Paula Scramin, Kellen Fabiana Gonçalves

Resumo


O grupo Voz Pela Vida é uma Organização Não
Governamental (ONG) que vem atuando em Maringá desde
2000 em trabalhos de prevenção à Aids junto às populações
em situação de risco e assistência jurídica a portadores de
HIV. Em 2004, concretizou sua atuação na rede de direitos
humanos (DH), vinculando-se ao Coletivo Municipal DH/
Movimento Nacional DH. O grupo desenvolve, desde 2002,
o projeto “Formação de agentes multiplicadores entre os
profissionais do sexo e homens que fazem sexo com
homens (HSH)” realizando trabalhos pontuais de prevenção
e oficinas sobre Aids e DH em locais de sociabilidade dessas
populações. Este trabalho apresenta os resultados de um
estudo realizado nos anos de 2002 e 2003, que visou a
avaliar os impactos da atuação do projeto junto às
populações envolvidas. A pesquisa revelou que as
populações apresentaram um considerável conhecimento
nas questões de DH, entretanto, em relação ao HIV/Aids,
desenvolveu-se melhor conhecimento no ano de 2003, a
partir das ações de educação continuada empreendidas
desde 2002 pelo referido grupo. A importância de
realizarem-se projetos dessa magnitude está na
oportunidade de educar as populações-alvo nas questões
afins, oferecendo momentos para discussão e organização
de lideranças.
Palavras-chave: ONG, AIDS, Conscientização.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol21n61.43

 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora