DIAGNÓSTICO DO PROGRAMA DE COLETA SELETIVA NA ZONA LESTE NA CIDADE DE SÃO PAULO SOB A ÓTICA DAS COOPERATIVAS, PODER PÚBLICO E MUNÍCIPES

Eliana Gonçalves da Luz, João Alexandre Paschoalin Filho, Ana Cristina de Faria, David de Carvalho

Resumo


Este trabalho identifica a visão de gestor público, líderes de cooperativas de reciclagem e munícipes acerca da coleta seletiva na Zona Leste de São Paulo, de forma a entender dificuldades enfrentadas pelos envolvidos, bem como causas que justificam os baixos volumes de material coletado. Para a obtenção dos dados foram efetuadas entrevistas, que foram gravadas e, posteriormente, transcritas. Foram entrevistados: um representante da prefeitura ligado a programas de coleta seletiva, dois líderes de Cooperativas de Material Reciclável atuantes na Zona Leste e 10 munícipes. Osresultados demonstraram que o programa de coleta seletiva na cidade de São Paulo ainda é falho; já que nem o poder público, nem as cooperativas e; muito menos a população; estão satisfeitos e apontaram diversas falhas.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13037/gr.vol34n102.4342

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

A G&R utiliza o software  iThenticate para detecção e prevenção de plágio