EVIDENCIAÇÃO AMBIENTAL DAS EMPRESAS DO SEGMENTO DE PAPEL E CELULOSE

Lais Leoni Forechi, Diane Rossi Maximiano Reina, Donizete Reina, Laís Franca Narciso

Resumo


O objetivo deste estudo foi investigar o nível de evidenciação ambiental e o grau de legibilidade dos relatórios financeiros em empresas do segmento de papel e celulose. O estudo foi realizado por meio da estrutura conceitual proposta por Murcia et al. (2008) com teste de correlação linear de Pearson e com cálculo do grau de complexidade extraído por meio do programa “Gunning’s Fog Index”. As empresas exibem média de disclosure verde mais frequente na forma declarativa. A correlação entre as variáveis, o tamanho da empresa, o endividamento, empresa de auditoria foi negativa. Por fim, identificou-se que aproximadamente 87% das empresas apresentaram baixo grau de legibilidade. A empresa Suzano, apresentou no ano de 2015 um relatório ambiental com grau de complexidade de leitura 46% acima do que é considerado informação complexa (15 graus) e apresentou no ano de 2016 demonstrações financeiras 47% acima do que é considerado como informação complexa.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol36n107.5468



 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

 

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora