A EVOLUÇÃO DA APLICAÇÃO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO SITUACIONAL NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MUNICIPAL BRASILEIRA: O CASO SANTO ANDRÉ

Hamilton Luiz Correa, Flávio Hourneaux Junior, Francisco Sobreira Netto, Antonia Egídia de Souza

Resumo


O artigo apresenta a evolução do processo de gestão
estratégica com a aplicação da metodologia
do Planejamento Estratégico Situacional – PES na
Prefeitura Municipal de Santo André, considerando
dois períodos distintos: inicialmente, de 1990 a 1996,
e no período seguinte, que vai de 1997 a 2004.
Trata-se de uma pesquisa exploratório-descritiva,
com a utilização do método do estudo de caso,
apresentando uma experiência de destaque na
Administração Pública direta brasileira. Apresenta,
ainda, alguns dos conceitos básicos da administração
estratégica na Administração Pública; arrola
as principais características da metodologia do PES,
criado por Carlos Matus, a partir de suas experiências
no governo chileno; expõe os avanços e as
dificuldades obtidas pelo Executivo municipal com
a implementação do PES, em duas fases distintas;
e, finalmente, apresenta algumas conclusões, com
destaque para a proposta de adoção de um modelo
híbrido, no qual o PES e o Balanced Scorecard podem
ser complementares.
Palavras-chave: administração estratégica, Administração
Pública, planejamento estratégico
situacional, balanced ccorecard.

Texto completo: PDF




Indexadores de que a G&R faz parte:
EconLit EBSCO DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc IBICT SUMARIOS.org Latindex