BENEFÍCIOS COMO FATOR ESTRATÉGICO DE REMUNERAÇÃO, ATRAÇÃO E RETENÇÃO DE PESSOAS

Bianca de Oliveira Martins, Bruna Rodrigues de Lima Finco, Jessica Cardoso, Rodrigo Santos Neves, Paschoal Primo

Resumo


Este artigo, baseado em pesquisa aplicada a um grupo de seis organizações, visa identificar o motivo pelo qual as empresas concedem os benefícios aos empregados, e se a definição dos benefícios está ou não vinculada à remuneração, atração e retenção. O desenvolvimento conceitua a remuneração e os benefícios, relacionando com a aplicação nas organizações através dos resultados coletados nas pesquisas aplicadas. No entanto ao longo da análise observa-se que a escolha dos benefícios por parte das organizações é puramente por força da legislação, representada pelas convenções ou acordos coletivos e a própria CLT. Ao tratar o assunto pesquisado, relaciona-se às formas com as quais as empresas devem ou não compartilhar a escolha dos benefícios com os empregados, procurando identificar as razões pelas quais podem motivar as pessoas a trabalharem em empresas que possuem ou não um pacote de remuneração atraente, em relação a um salário por vezes, nem tão atrativo. A principal contribuição da BJR é garantir a partir da aplicação do seu plano de melhoria, que as empresas alcancem seus resultados oferecendo aos empregados qualidade de vida, saúde e bem estar, através da implantação de um plano de benefícios organizacionais adequado aos perfis e necessidades.

Texto completo: PDF


Apontamentos

  • Não há apontamentos.