Estudo Interdisciplinar: Adesão ao Pré-Natal na Percepção de Puérperas

Autores

  • Letícia Machado Fonseca Universidade Federal de Santa Maria
  • Angela Barbieri
  • Marizete Ilha Ceron
  • Elenir Fedosse

DOI:

https://doi.org/10.13037/rbcs.vol9n30.1361

Resumo

Atualmente, o pré-natal possui como principal finalidade o esclarecimento de dúvidas e orientação de gestantes com a finalidade de minimizar os riscos e efeitos indesejáveis das alterações fisiológicas, tanto na gestação quanto no momento do parto e no puerpério. O presente estudo objetivou analisar os fatores que interferem na efetiva adesão ao pré-natal da rede pública de um município de médio porte do interior do RS, tendo como intuito contribuir na redução dos índices de morbi-mortalidade materno-infantil. A amostra constituiu-se de 150 puérperas que responderam a várias questões elaboradas por uma equipe interdisciplinar – Fisioterapia, Fonoaudiologia e Psicologia -; o estudo foi realizado entre dezembro de 2010 e fevereiro de 2011, e investigou a realização ou não do pré-natal e o número de consultas. As questões também possibilitaram apreender aspectos do processo vivenciado pelas puérperas durante o pré-natal (medos, angústias) e seus pontos de vista sobre o mesmo – sua importância, os temas abordados e os faltantes. Constatou-se que 91,33% das puérperas realizaram pré-natal, sendo também verificados bons níveis de satisfação. Entretanto, na percepção das puérperas, algumas estratégias de intervenção precisam ser melhoradas, como a realização de atendimentos mais humanizados e interdisciplinares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

20-03-2012

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)