PREVALÊNCIA DE INCONTINÊNCIA URINÁRIA EM ATLETAS PRATICANTES DE CORRIDA DE RUA

Autores

  • Franciely da Rosa Ferraz
  • Adriana Amaral Ferraz
  • Erica Feio Carneiro Nunes
  • Gustavo Fernando Sutter Latorre

DOI:

https://doi.org/10.13037/ras.vol16n57.5307

Resumo

Introdução: A incontinência urinaria (IU) é caracterizada pela perda involuntária da urina. Um dos fatores de risco para o desenvolvimento da IU são os exercícios de alta intensidade. Objetivo: Avaliar a prevalência de IU em atletas praticantes de corrida de rua. Metodologia: Estudo do tipo transversal, com amostra de 61 atletas corredores de rua de ambos os sexos. Foram aplicados 3 questionários: o International Consulation on Incontinence Questionnaire – Short Form (ICIQ-SF), King’s health questionnaire (KHQ) e o protection, amount, frequency, adjustment, body (PRAFAB) em seus locais de treinamento. Resultados: 54,7% eram mulheres, idade média de 36,38±12,5. A média de tempo de prática de atividade física foi de 99,2±110,7 meses, os participantes praticavam 84,63±77,4 meses a modalidade de corrida de rua, 67,9% corriam 42 km. A prevalência de IU foi de 49,7% em ambos os sexos. Grande severidade na sintomatologia da IU. Conclusão: prevalência em IU condizente com estudos anteriores, sendo o tipo de IU mais prevalente foi a IUE o que reforça a analise de demais autores. Por meio de nossos achados foi possível evidenciar que o não há um grande impacto na qualidade de vida dos atletas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

23-11-2018

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS