Tendência de Sífilis em Gestante e Congênita nos municípios da Região de Saúde Centro Sul, Goiás, 2007-2018

Autores

DOI:

https://doi.org/10.13037/ras.vol19n68.7398

Palavras-chave:

Sífilis Congênita. Gravidez. Estudos de Séries Temporais

Resumo

Objetivo: estimar tendências de detecção da sífilis em gestante e congênita nos municípios da Região de Saúde Centro Sul de Goiás. Métodos: estudo epidemiológico de séries temporais com dados de notificações de sífilis de 2007 a 2018. Dados obtidos do Sistema de Agravos e Notificações, disponível no site do Banco de Dados do Sistema Único de Saúde (DATASUS). Resultados:  identificou-se 1.217 casos de sífilis em gestante e 362 casos de sífilis congênita. A taxa de detecção de sífilis em gestante foi crescente para Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Cristinópolis, Edeia, Indiara, Jandaia, Leopoldo de Bulhões, Orizona, Senador Canedo, Vianópolis e Vicentinópolis. A taxa de detecção de sífilis congênita foi crescente para Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Leopoldo de bulhões e Orizona. Conclusões: a incidência de sífilis sugere falhas na assistência à saúde e indica a necessidade de novas estratégias para redução da transmissão da doença

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriela Camargo Tobias, Universidade Federal de Goiás

Doutora em Epidemiologia pela Universidade Federal de Goiás.

Erika Carvalho de Aquino, Universidade Federal de Goiás

Mestre em Epidemiologia pela Universidade Federal de Goiás, Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública, Goiânia, GO, Brasil.

Referências

Padovani C, Oliveira RR, Pelloso SM. Sífilis na gestação: associação das características maternas e perinatais em Região do Sul do Brasil. Rev latinoam enferm [Internet]. 2018 [citado 2020 Jul 6]; 26: e3019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rlae/v26/pt_0104-1169-rlae-26-e3019.pdf doi: 10.1590/1518-8345.2305.3019.

Ministério da Saúde (BR). Secretária de Vigilância em Saúde. Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis. [citado 2020 jul 30]. Disponível em: http://indicadoressifilis.aids.gov.br/

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Coordenação-Geral de Desenvolvimento da Epidemiologia em Serviços. Guia de Vigilância em Saúde: volume único [Internet]. Brasília (DF), 2019 [citado 2020 jul 6];1(1): 1-740. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_vigilancia_saude_3ed.pdf

Ministério da Saúde (BR) Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Aprova as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília (DF), 12 de dezembro de 2012 dez 12; Seção 1:59.

Nonato SM, Melo APS, Guimarães MDC . Sífilis na gestação e fatores associados à sífilis congênita em Belo Horizonte-MG, 2010-2013. Epidemiol Serv Saúde [Internet]. 2015 [citado 2020 Jul 6];24(4): 681-694. Disponível em: http://scielo.iec.gov.br/pdf/ess/v24n4/v24n4a10.pdf . doi: 10.5123/S1679-49742015000400010

Lafetá KS, Martelli JH, Silveira MF, Paranaíba LMR. Sífilis materna e congênita, subnotificação e difícil controle. Rev Bras Epidemiol.[Internet]. 2016 [citado 2020 Jul 6]; 19(1): 63-74 Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbepid/v19n1/1980-5497-rbepid-19-01-00063.pdf. doi: 10.1590/1980-5497201600010006.

Cardoso ARP, Araújo MAL, Cavalcante MS, Frota MA, Melo SP. Análise dos casos de sífilis gestacional e congênita nos anos de 2008 a 2010 em Fortaleza, Ceará, Brasil. Cien Saude Colet [Internet]. 2018 Fev [citado 2020 Ago 04]; 23 (2): 563-574. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csc/v23n2/1413-8123-csc-23-02-0563.pdf doi: 10.1590/1413-81232018232.01772016

World Health Organization –WHO. Global guidence on criteria and processes for validation: Elimination of Mother-To-Child Tranmission (EMTCT) of HIV and syphilis [Internet]. Geneva: World Health Organization; 2014 [cited 2020 Ago 4]. Available from: https://www.who.int/reproductivehealth/publications/emtct-hiv-syphilis/en/

Pan American Health Organization – PAHO. Field guide for implementation of the strategy and plan of action for elimination of mother-to-child transmission of HIV and congenital syphilis in the Americas [Internet]. Washington DC: Pan American Health Organization; 2014 [ cited 2020 Jun 26 ]. Available from: https://iris.paho.org/handle/10665.2/6080?locale-attribute=pt

Ministério da Saúde (BR). Transmissão vertical do HIV e sífilis: estratégias para redução e eliminação [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2014 [citado 2020 Jun 26 ]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/protocolo_prevencao_transmissao_verticalhivsifilis_manualbolso.pdf

Cavalcante PAM, Pereira RBL, Castro JGD. Sífilis gestacional e congênita em Palmas, Tocantins, 2007-2014. Epidemiol Serv Saúde [Internet]. 2017 Jun [citado 2020 Ago 04]; 26( 2 ): 255-264. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ress/v26n2/2237-9622-ress-26-02-00255.pdf doi: 10.5123/s1679-49742017000200003

Guimarães TA, Alencar LCR, Fonseca LMB, Gonçalves MMC, Silva MP. Sífilis em gestantes e sífilis congênita no Maranhão. Arq ciênc saúde [Internet]. 2018 Jul [citado 2020 Ago 04]; 25(2):24-30. Disponível em: http://www.cienciasdasaude.famerp.br/index.php/racs/article/view/1023/759. doi: 10.17696/2318-3691.25.2.2018.1023.

Cavalcante ANM, Araújo MAL, Nobre MA, Almeida RLF. Fatores associados ao seguimento não adequado de crianças com sífilis congênita. Rev Saúde Pública [Internet]. 2019 [citado 2020 Ago 04]; 53: 95. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rsp/v53/pt_1518-8787-rsp-53-95.pdf doi: 10.11606/s1518-8787.2019053001284.

Andrade ALMB, Magalhães PVVS, Moraes MM, Tresoldi AT, Pereira RM. Diagnóstico tardio de sífilis congênita: uma realidade na atenção à saúde da mulher e da criança no Brasil. Rev paul pediatr. [Internet]. 2018 [citado 2020 Jul 04]; 36( 3 ): 376-381. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rpp/v36n3/0103-0582-rpp-2018-36-3-00011.pdf doi: 10.1590/1984-0462/;2018;36;3;00011

Figueiredo DCMM, Figueiredo AM, Souza TKB, Tavares G, Vianna RPT. Relação entre oferta de diagnóstico e tratamento da sífilis na atenção básica sobre a incidência de sífilis gestacional e congênita. Cad Saúde Pública [Internet]. 2020 [citado 2020 Jul 04]; 36( 3 ): e00074519. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csp/v36n3/1678-4464-csp-36-03-e00074519.pdf .doi: 10.1590/0102-311x00074519.

Heringer ALDS, Kawa H, Fonseca SC, Brignol SMS, Zarpellon LA, Reis AC. Desigualdades na tendência da sífilis congênita no município de Niterói, Brasil, 2007 a 2016 Rev Panam Salud Publica [Internet]. 2020 [citado 2020 Jul 04]; 44(3): 1-8. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7001125/pdf/rpsp-44-e8.pdf. doi: 10.26633/RPSP.2020.8

Publicado

30-06-2021