Jogos Narrativos: aproximação da narração da cultura oral com os jogos de videogame

Autores

  • Gustavo Magliano Audi Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Fátima Regis Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.13037/ci.vol12n22.1153

Palavras-chave:

Narrativa, Jogos, Oralidade, Escrita

Resumo

O artigo tem como objetivo destacar algumas características que a narrativa na tradição oral possui em comum com a lógica de construção e utilização dos jogos narrativos de videogame. Além disso, este trabalho faz uma diferenciação entre as funções de autor, narrador e jogador. E, por último, sugere o uso da linguagem oral, da escrita e da possibilidade de ação do jogador em diferentes momentos do jogo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fátima Regis, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Professora do programa de Pós-Graduação em Comunicação da UERJ. Possui doutorado (2002) e mestrado (1996) em Comunicação e Cultura pela UFRJ. É sócia-fundadora e pertence ao Conselho Consultivo Deliberativo da Associação Brasileira de Pesquisadores em Cibercultura (ABCiber). Coordena o Núcleo de Pesquisa em Cibercultura da Intercom. Coordena o Laboratório de Pesquisa Comunicação, Entretenimento e Cognição (CiberCog) do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UERJ (PPGC-UERJ). Foi Coordenadora do PPGC-UERJ no biênio 2008-2010 e Coordenadora Adjunta no biênio 2006-2008. É bolsista do Programa Prociência UERJ/FAPERJ.

Downloads

Publicado

17-08-2011