Jornal Nacional e Percepção de mídia hostil: Um estudo da presunção de internautas no YouTube

Autores

  • Rafael Cardoso Sampaio Universidade Federal da Bahia. Doutorando.

DOI:

https://doi.org/10.13037/ci.vol12n22.1160

Palavras-chave:

Percepção de Mídia Hostil, Hostile Media Perception, eleições 2010, comunicação e política.

Resumo

O artigo faz uma análise da percepção de mídia hostil referente a entrevistas dos candidatos a presidente para o Jornal Nacional. São selecionados comentários aleatórios extraídos do site do YouTube (N=150) que buscam representar partidários do PT e do PSDB. A análise indica que houve percepção de uma mídia hostil, mas que ela foi muito superior entre os militantes pró-Dilma que entre aqueles pró-Serra. Estes, inclusive, presumiram, no geral, que as entrevistas foram equilibradas e justas. Ao fim, são apresentadas hipóteses que possam justificar tais achados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Cardoso Sampaio, Universidade Federal da Bahia. Doutorando.

Doutorando e bolsista CNPq pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas da Universidade Federal da Bahia (Poscom-UFBA). Pesquisador do Centro de Estudos Avançados em Governo Eletrônico e Democracia Digital (CEADD-UFBA).  Membro dos grupos de pesquisa Comunicação, Internet e Democracia e Grupo de Estudos de Políticas de Informação, Cultura e Comunicações (Gepicc). cardososampaio@yahoo.com.br

Downloads

Publicado

17-08-2011