Jornalismo, racionalidade e senso comum: fundamentos reflexivos sobre a atenuação dos paradoxos cotidianos pela atividade noticiosa

Autores

  • Marcos Paulo da Silva Universidade Metodista de São Paulo (UMESP)

DOI:

https://doi.org/10.13037/ci.vol12n23.1216

Palavras-chave:

jornalismo, racionalidade, senso comum

Resumo

O artigo tem como objetivo propor reflexões, no campo teórico, acerca da relação entre jornalismo, senso comum e a experiência racional moderna, bem como sobre o envolvimento da atividade jornalística no processo de construção simbólica da regularidade cotidiana. Busca-se, ao fim, uma síntese reflexiva a respeito da construção simbólica do acontecimento jornalístico, propondo um modelo interpretativo pendular para a relação entre jornalismo e a “planificação” dos paradoxos do mundo social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Paulo da Silva, Universidade Metodista de São Paulo (UMESP)

Doutorando em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) com estágio de doutorado-sanduíche (PDEE/CAPES) pela Syracuse University, Syracuse, New York, Estados Unidos. Bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Mestre em Comunicação pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), campus Bauru-SP.

Downloads

Publicado

02-03-2012