A recepção da ficção televisiva como espaço de significação e constituição de identidades: nos limites entre o real e o ficcional

Autores

  • Marcia Perencin Tondato Escola Superior de Propaganda e Marketing - Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Práticas de Consumo

DOI:

https://doi.org/10.13037/ci.vol12n23.1314

Palavras-chave:

Comunicação, consumo, tecnologia, ficção, recepção

Resumo

Este artigo traz uma reflexão sobre comunicação, consumo e constituição de identidades no contexto da convergência tecnológica. O objeto empírico é a recepção da telenovela “Viver a Vida” e do blog “Sonhos de Luciana”, entendido como elemento narrativo complementar da telenovela. Considerando este blog como extensão da trama televisiva, estando em constante diálogo com esta embora funcione de forma autônoma, este estudo privilegia a ficção televisiva de sinal aberto para entender as interações tecnológicas que ocorrem na sociedade pensando as relações entre ficção e realidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcia Perencin Tondato, Escola Superior de Propaganda e Marketing - Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Práticas de Consumo

Doutora em Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Docente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Práticas de Consumo da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing). Principal interesse é o processo de recepção e atribuição de sentidos, relação comunicação e consumo, com foco nas classes populares.  Pesquisadora do Observatório Iberoamericano de Ficción Televisiva (OBITEL).

Downloads

Publicado

01-03-2012