«Juventude conectada»? Telecentros: mitos e evidências da inclusão digital

Helga Aliverti Nazario, Estrella Bohadana

Resumo


Uma crença se generaliza em nossa sociedade: a de que os recursos introduzidos pelas novas tecnologias de informação e comunicação permitirão, em breve lapso de tempo, a superação dos antigos problemas com que se defronta a educação brasileira e, em particular, a questão do acesso de jovens aos bens culturais da sociedade. Mas haveria, na prática social cotidiana, evidências que autorizem esta expectativa? No presente artigo discutiram-se alguns dados extraídos de uma pesquisa realizada com frequentadores de telecentros. Abordando, assim, a educação desses jovens em espaços não formais e a política de inclusão digital.


Palavras-chave


jovens de baixa renda, Internet, telecentros e educação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/ci.vol13n25.1480

Indexadores de que a C&I faz parte:

 

 

Latindex

Latindex

 

ISSN 2178-0145