As ações do FNDC no debate sobre a democratização da comunicação: breves apontamentos

Autores

  • Carlos Henrique Demarchi Jornalista, mestre e doutorando em Comunicação Social pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), docente no curso de Comunicação Social do Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium de Araçatuba e membro do grupo de pesquisa Estado e Governo.
  • Maria Teresa Miceli Kerbauy Cientista social pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), mestre e doutora em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), coordenadora do grupo de pesquisa Estado e Governo e bolsista produtividade do CNPq.

DOI:

https://doi.org/10.13037/ci.vol18n37.4483

Palavras-chave:

FNDC, Espaço Público, Participação Social

Resumo

Nas últimas décadas, as organizações da sociedade civil têm sido protagonistas no debate de temas de interesse público ao reivindicar do governo maior participação social na implementação de políticas públicas. Uma dessas entidades é o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), organização da sociedade civil criada há 25 anos e que busca canais de diálogo com a esfera governamental para fazer a agenda da democratização da mídia avançar no país. A partir de pesquisa bibliográfica e análise de documentos do FNDC, o artigo analisa como o tema da democratização tem sido trabalhado pela entidade após a 1ª Conferência Nacional de Comunicação (Confecom). Tendo como marco teórico os conceitos de espaço público e participação social, o estudo aponta que, apesar de fomentar o debate público sobre o tema, o FNDC não conquistou grau de interlocução eficaz com o governo, a ponto de acarretar mudanças no setor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08-08-2017