As transformações no radiojornalismo no ecossistema móvel: uma radiomorfose possível

Autores

  • Alciane Baccin FIAM-FAAM - Centro Universitário
  • Maicon Kroth Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.13037/ci.vol19n39.5032

Palavras-chave:

Rádio. Jornalismo. Comunicação móvel. Digitalização.

Resumo

Este artigo analisa as características das narrativas jornalísticas no aplicativo da TSF Rádio Notícias, de Lisboa, Portugal, em comparação com o site da emissora. Com base no referencial teórico-metodológico, são identificadas as mutações do radiojornalismo a partir das lógicas do ecossistema móvel. No aplicativo da rádio TSF, os conteúdos analisados na amostra revelaram que a narrativa radiofônica ainda não apresenta modificações da versão web para mobile. A incorporação de narrativas multimidiáticas ocorre, mas o conteúdo é somente transposto para o app. Assim, a emissora ainda poderá explorar as características técnicas dos dispositivos móveis, adequando ainda mais a sua produção radiojornalística às lógicas do ecossistema digital, especialmente às demandas de consumo mobile.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alciane Baccin, FIAM-FAAM - Centro Universitário

Professora do Mestrado Profissional em Jornalismo do FIAM-FAAM - Centro Universitário. Doutora em Comunicação e Informação (UFRGS) e em Ciências da Comunicação (UBI/Portugal).

Maicon Kroth, Universidade Federal de Santa Maria

Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Pós-doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade da Beira Interior e professor da Universidade Federal de Santa Maria.

Downloads

Publicado

20-04-2018