Mulheres no jornalismo contemporâneo: desafios das tecnologias digitais

Autores

  • Marli Santos Faculdade Cásper Líbero
  • Jéssica Oliveira Collado Mateos UMESP

DOI:

https://doi.org/10.13037/ci.vol20n42.5264

Palavras-chave:

Jornalismo contemporâneo, Mulheres jornalistas, Gênero, Tecnologias digitais, Jornalismo Guiado Dados

Resumo

Este artigo apresenta dados preliminares do estudo sobre mulheres no jornalismo contemporâneo, como recorte do projeto de pesquisa “Práticas de investigação jornalística na contemporaneidade e relações de gênero”. Tendo em vista a convergência tecnológica e a feminização das redações, o objetivo é verificar a relação da mulher com as tecnologias digitais na produção jornalística em um cenário de abundância de informação. A metodologia utilizada é quantitativa com a aplicação de questionário online (survey). O universo da pesquisa abrangeu 94 jornalistas do Estado de São Paulo, com mais de 21 anos. Os resultados apontam para uma consciência das mulheres em relação às transformações no jornalismo, porém, a maioria está pessimista em relação ao futuro. As jornalistas incorporaram no seu cotidiano a produção multimídia, e a maioria afirma utilizar o JGD no processo jornalístico.

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marli Santos, Faculdade Cásper Líbero

Doutora em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (2004) e mestre em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (1998). Graduada em Comunicação Social, habilitação em Publicidade e Propaganda (1979) e Jornalismo (1989) pela UMESP. É docente permanente do Mestrado em Comunicação da Faculdade Cásper Líbero, linha de pesquisa Jornalismo, imagem e entretenimento. Vice-coordenadora do GT Estudios sobre periodismo da ALAIC - Associación Latinoamerica de Investigadores de Comunicación. É pesquisadora FAPESP - Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo. Atuou como coordenadora e docente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da UMESP, de 2011 a 2017. Foi docente titular do curso de Jornalismo da UMESP, de 1999 a 2017, tendo orientado inúmeros projetos e trabalhos de conclusão de curso e projetos de iniciação científica. Atuou como docente no Programa de Comunicação Jornalística da PUC-SP e no Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo. Foi repórter, editora, assessora de imprensa e gerente de comunicação em grandes empresas.  Email: marlijor58@globo.com

Jéssica Oliveira Collado Mateos, UMESP

É mestranda de Comunicação Social na Universidade Metodista de São Paulo (UMESP), com bolsa CAPES, sob orientação da Profa. Dra. Marli dos Santos no primeiro ano e do Prof. Dr. Dimas Kunsch a partir de março de 2018. Foi bolsista de iniciação científica PIBIC e da FAPESP - Fundação de Apoio à Pesquisa no Estado de São Paulo e atualmente desenvolve pesquisa no Grupo de Pesquisa Novas Práticas em Jornalismo na UMESP, liderado pela profa. Dra. Marli dos Santos. Graduou-se em Jornalismo na UMESP (2016). É aluna especial do doutorado em Estudos Linguísticos na UNESP, disciplina Tradução, Identidade e Diferença.

Downloads

Publicado

30-04-2019