GUERRA COLOCA EM XEQUE HEGEMONIA DAS MÍDIAS DOS EUA

Rosinei A. Naves

Resumo


A guerra contra o Iraque demonstrou que os Estados Unidos (EUA) continuam hegemônicos e poderosos no campo militar. Em 21 dias de guerra, o Iraque foi arrasado pelo arsenal bélico anglo-americano e povo iraquiano massacrado.
Esse podeiro parece, no entanto, ter sido abalado no que diz respeito à mídia e a opinião pública mudial.
Por trás desse estremecimento está a pluralidade de fontes que transmitiu a guerra. A entrada em cenas de tevês arabes, da RPT portuguesa e de outros meios provocou essa mudança. O poder de comunicação que legitimou o discurso do governo Bush perante um importante setor da população dos EUA ao mesmo tempo desconstruiu essa percepção no imaginário público mundial. Os Eua e Inglaterra aparentemente venceram a guerra no campo militar. Porém, no front da opinião pública parece que perderam a batalha por corações e mentes.

Palavras-chave


Comunicação Ideológica; Jornalismo de Guerra

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/ci.vol4n7.576

Indexadores de que a C&I faz parte:

 

 

Latindex

Latindex

 

ISSN 2178-0145