Contextualizando as imagens na sala de aula

Autores

  • Clarinda Conceição Rocha de Sousa
  • Glaucia Muñoz dos Reis
  • Márcia Tostes Costa da Silva

DOI:

https://doi.org/10.13037/rea-e.vol1n1.4267

Resumo

Este artigo propõe uma breve reflexão acerca das imagens presentes no cotidiano escolar, contidas especialmente nos livros didáticos; as quais, quando não contextualizadas adequadamente pelo professor, podem conduzir o aluno a compreensões limitadas, muitas vezes distorcidas, direcionando suas leituras de mundo. Tomando como aporte teórico, Saliba (2011), e contribuições de outrosautores, como Barbosa (2012), Franca (2006), Coli (1995), Mosaner Jr e Stori(2007), Benjamin (1955), Morin (2003) e Lenoir (1998), buscamos abordar alguns aspectos sobre o “olhar” nessas imagens, ditas por Saliba como imagens canônicas, bem como o excesso das imagens apresentadas em sala de aula. Procuramos propor um estudo de conteúdo interdisciplinar que faça do ensino de Arte algo integrado em um contexto escolar, que redireciona o olhar das imagens estudadas para um processo de criação e possibilitando ao aluno se colocar como autor da história.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clarinda Conceição Rocha de Sousa

Arte educadora, integrante do Projeto Teatro de Bonecos “Mamulengo” da Secretaria Municipalde Educação (SME). Mestranda em Educação Arte e História da Cultura na Universidade PresbiterianaMackenzie.

Glaucia Muñoz dos Reis

Pedagoga pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Mestranda em Educação Arte e História daCultura na Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Márcia Tostes Costa da Silva

Pedagoga pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Mestranda em Educação Arte e História daCultura na Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Downloads

Publicado

17-09-2016

Edição

Seção

ARTIGOS FLUXO CONTÍNUO