Formação matemática do professor polivalente: um estudo metanalítico

Autores

  • Bárbara Cristina Moreira Sicardi Nakayama UFSCar
  • Jaqueline Ferreira da Silva UFSCar

DOI:

https://doi.org/10.13037/rea-e.vol2n3.4458

Resumo

A finalidade deste estudo foi responder: Quais percepções sobre formação e conhecimento matemático parecem fundamentar as pesquisas que discutem a formação matemática do professor polivalente? Os objetivos são: viabilizar o entendimento de que ao discutir a formação matemática oferecida nos cursos de Pedagogia se está problematizando a formação do profissional que atua no contexto polivalente; Caracterizar o movimento de apropriação de repertórios e saberes relacionados ao conhecimento matemático desse profissional docente. A coleta de dados ocorreu a partir do mapeamento de pesquisas publicadas no Encontro Nacional de Educação Matemática (ENEM) e no Simpósio Internacional de Educação Matemática (SIPEM) que versam sobre a formação matemática do professor polivalente e por fim a metanálise. Os resultados indicam: grande variedade de pontos de vista na formação matemática do professor polivalente; tendência em privilegiar aspectos metodológicos da Matemática; preocupação declarada com a modificação das crenças e concepções dos futuros professores sobre a Matemática, seu ensino-aprendizagem.

Palavras-chave: Formação Matemática. Ensino de Matemática. Pedagogia. Metanálise.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

12-09-2017

Edição

Seção

ARTIGOS FLUXO CONTÍNUO