UM OLHAR NA AVALIAÇÃO DE CONHECIMENTOS QUÍMICOS PARA CANDIDATOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL NO ENEM

Autores

DOI:

https://doi.org/10.13037/rea-e.vol5n9.6192

Resumo

O deficiente visual quando realiza sua inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio deve informar ao Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), órgão responsável pela avaliação, o tipo de prova que deseja realizar, tendo como opção as provas em Braille, as provas ampliadas ou as provas com adaptação Ledor (nesse caso, contando  com a ajuda de ledores para realização da mesma). Esta pesquisa tem como finalidade verificar por meio de referenciais teóricos, os quesitos essenciais para as adaptações a serem realizadas na prova Ledor, assegurando equivalência entre as informações presentes nas provas dos candidatos videntes e aquelas presentes nas provas dos candidatos com deficiência visual. Nesse trabalho serão apresentados alguns exemplos de adaptações das provas do Caderno de Questões Branco, aplicada para os candidatos videntes, para as provas ledor do ENEM anos de 2014 e 2015, envolvendo questões relacionadas à disciplina de Química.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jaqueline Tachji Ogeia, Instituto Federal de Educação, Ciência, Tecnologia de São Paulo

Discente no Programa de  Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Matemática do IFSP

Elaine Pavini Cintra, Instituto Federal de Educação, Ciência, Tecnologia de São Paulo

Membro do  Departamento de Ciências e Matemática do IFSP -SP, docente nos cursos de Licenciatura em Química e Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Matemática do IFSP

Downloads

Publicado

13-07-2020

Edição

Seção

ARTIGOS FLUXO CONTÍNUO