AUTOAVALIAÇÃO COMO SUBSÍDIO À GESTÃO ACADÊMICA DE CURSOS DE GRADUAÇÃO: A VISÃO DOS COORDENADORES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.13037/rea-e.vol5n9.6378

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa que teve como foco analisar o processo de autoavaliação de uma Universidade, no contexto do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), em conformidade com a Lei nº 10.861/2004. Objetivou-se compreender os efeitos e o uso dos resultados da autoavaliação no âmbito da gestão do curso. Como percurso metodológico, foi analisada a legislação específica e o referencial teórico pertinente ao tema. Por meio de pesquisa de natureza quanti-qualitativa, com características exploratórias e apoiando-se em análise documental e em questionário, colheram-se informações da visão que eles têm do processo de autoavaliação e do uso que fazem dos resultados. A análise apontou que, apesar de o processo de autoavaliação ser considerado uma ferramenta importante para o processo decisório, seu uso não se confirma como fundamental para a gestão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Egidio de Oliveira Filho, Universidade Cruzeiro do Sul

Possui graduação em Administração pela Universidade Cruzeiro do Sul (2010), especialização em Gestão de Projetos Metodologia PMI pela Universidade Cruzeiro do Sul (2014) e mestrado Profissional Formação de Gestores Educacionais pela Universidade Cidade de São Paulo (2017). Atualmente coordena as CPAs da Universidade Cruzeiro do Sul, Universidade Cidade de São Paulo e as coordenações das CPAs do Grupo Cruzeiro do Sul Educacional.

Celia Maria Haas, Universidade Cidade de São Paulo

Graduada em Pedagogia pela Fundação Faculdade Estadual de Educação Ciências e Letras de Paranavaí (1974); Mestre em Educação: História e Filosofia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1989); Doutora em Educação (Supervisão e Currículo) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996). É professora titular no Programa de Mestrado em Educação da Universidade Cidade de São Paulo. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Administração Educacional, com atuação nos seguintes temas: políticas públicas de educação superior; avaliação e gestão da educação superior; universidade privada; formação de professores e educação a distância (EaD). Editora da Revista @mbienteeducação do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Cidade de São Paulo (UNICID). Professora Titular da Universidade Virtual do estado de São Paulo (UNIVESP).

Downloads

Publicado

13-07-2020

Edição

Seção

ARTIGOS FLUXO CONTÍNUO