PRÁTICAS DOCENTES PARA A CRIATIVIDADE SEGUNDO PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO

Autores

Resumo

Este estudo investigou a percepção de 195 professores do Ensino Médio acerca das práticas docentes criativas. Os participantes responderam o instrumento, a Escala de Práticas Docentes para a Criatividade no Ensino Médio, constituído de 35 itens no formato Likert de 5 pontos. Utilizou-se, para a análise dos dados, o oscilador estocástico a fim de obter o grau de concordância (GC). Os resultados revelaram que a maioria dos professores apresenta percepção positiva em relação às suas práticas docentes criativas. Isso é percebido pela média do GC, muito forte em relação às práticas que favorecem o incentivo a novas ideias; o interesse pela aprendizagem do estudante; as estratégias diversificadas de ensino; o clima para expressão de ideias; e os atributos pessoais favoráveis à prática docente. Já quanto aos procedimentos tradicionais de ensino, a média do GC indicou discordância moderada. Tais convicções contribuem para práticas docentes criativas mais intencionais e consistentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gildene do Ouro Lopes Silva, CENTRO UNIVERSITÁRIO ADVENTISTA DE SÃO PAULO- Campus EC

Doutora em Psicologia Profissão e Ciência pela PUC/Campinas, atua como docente e coordenadora do Mestrado Profissional em Educação do Centro Universitário Adventista de São Paulo-Campus de EC, UNASP, Brasil.

Doris Barrinuevo Martins de Lima, Casa Publicadora Brasileira. Tatuí, São Paulo, Brasil

Mestre em Educação pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo – UNASP. Coordenadora pedagógica no departamento de livros didáticos para a educação básica - Casa Publicadora Brasileira.

Downloads

Publicado

14-12-2020