Trabalho e Emancipação: O Caso dos Ex-Cortadores de Cana-de-Açúcar da Região Nordeste Do Estado do Paraná

Patrícia Rodrigues da Silva, Maria Iolanda Sachuk

Resumo


Este artigo busca desvendar se os ex-cortadores de cana-de-açúcar que atualmente exercem atividades administrativas em nível operacional, nas usinas sucroalcooleiras da Região Noroeste do Estado do Paraná, manifestaram indícios de emancipação humana a partir da ação dialógica com seus ajustes profissional. A pesquisa é qualitativa do tipo descritiva, cujo corte temporal foi seccional. Os resultados apontam que: os ex-cortadores de cana-de-açúcar necessitam estar preparados, para aproveitar as oportunidades que as usinas lócus da pesquisa venham a lhes conceder e, são responsáveis por sua ascensão na estrutura hierárquica e social e por seu ajuste profissional; por meio dos relatos dos ex-cortadores de cana-de-açúcar não foi possível observar indícios de emancipação após o ajuste profissional. Pois, não foi identificada a ação dialógica e, tampouco o entendimento mútuo. Concluiu-se que os participantes da pesquisa foram cooptados e absorvidos pela ideologia das usinas na região noroeste do Estado do Paraná.

PALAVRAS-CHAVE: ajuste profissional; agir comunicativo; emancipação humana.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol28n83.1414



 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

 

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora