Fatores determinantes da ecoinovação: um estudo de caso a partir de uma indústria gráfica brasileira

Rafael Jacomossi, Jacques Demajorovic, Roberto Bernardes, Ana Lúcia Santiago

Resumo


A discussão sobre práticas de inovação que busquem assegurar estratégias competitivas de longo prazo e incorporando valores ambientais vem ganhando relevância nos debates acadêmicos. Nessa direção, o termo “ecoinovação” tem se consolidado como um conceito teórico consistente e que possui o potencial de conciliar os objetivos ambientais e econômicos. Dessa forma, motivou-se com esta pesquisa propor um modelo conceitual de avaliação dos fatores determinantes para ecoinovação. Para tanto, foram identificadas, com base na revisão da literatura, cinco dimensões externas e três internas que podem influenciar o processo de ecoinovação nas empresas. Esse modelo analítico aplicado em um estudo de caso mostrou a importância de fatores internos, tais como: o perfil da liderança do empreendedor e dos gerentes de níveis intermediários. Já para os fatores externos, são destacadas a participação em redes de colaboração e a capacidade de atender aos marcos regulatórios. A contribuição do estudo reside, portanto, em apresentar o modelo conceitual de avaliação para embasar futuros estudos acerca dessa temática.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13037/gr.vol32n94.3134

 

Indexadores de que a G&R faz parte:


   DOAJ OAIster OCLC Ulrich LiVre Redalyc  SUMARIOS.org LatindexProquest

 

A G&R utiliza o                software  iThenticate para detecção e  prevenção de plágio 
 

    
 
 
 
A G&R é signatária da Declaração        de São Francisco sobre Avaliação        de Pesquisa- Dora